Audi Q3 2.0 TFSI Ambition Quattro 4P Gasolina S Tronic Branco

R$ 98 999

Audi Q3 2.0 TFSI Ambition Quattro 4P Gasolina S Tronic Branco

Detalhes do Carro:
Tipo SUV
Km 49000 km
Combustível Gasolina
Motor N/A
Ano 2015
Preço 115000
Transmissão N/A
Tração 4WD
Cor Exterior Branco Sólido
Cor Interior Preto
Tempo de Vôo N/A
Horas de navegação N/A
Blindado N/A

        Audi Q3 2.0 TFSI Ambition Quattro 4P Gasolina S Tronic Branco

 

Audi Q3 é um dos queridinhos do segmento dos crossovers

médios. Lançado originalmente em 2012, o modelo é o vice-líder,

pouco atrás do quase viral Range Rover Evoque. O inglês marcou

1.993 unidades vendidas até maio, enquanto o alemão feito na

Espanha ficou com 1.819 no mesmo período. Agora com o facelift

e uma nova versão 1.4 TFSI de acesso vendida pelo preço de R$ 127.190,

o Q3 começou a ficar mais parecido com o carro que será produzido no

Brasil a partir do ano que vem. Pode ser o suficiente para tomar a

primeira posição e, de quebra, se afastar mais do futuro nacional

Mercedes-Benz GLA (1.368 carros em 2015) e do já nacionalizado BMW X1 (1.168).

Só que o custo-benefício começa a parecer menos forte no Q3 1.4

TFSI Ambiente de R$ 144.190, justamente a versão testada.

Equipada com o mesmo motor do Golf Variant, calibrado para entregar 150 cv e 25,5 kgfm de torque a 1.500 rpm, a nova configuração custa apenas R$ 800 a menos do que o preço de tabela do antigo Q3 Attraction Quattro, que vinha com motor 2.0 TFSI de 170 cv e 28,5 kgfm a 1.700 rpm. O câmbio é o conhecido DSG de dupla embreagem e seis marchas, uma a menos que as caixas mais novas. Por mais que o Attraction trouxesse menos itens, a versão era negociada com um belo desconto nas concessionárias e saia em torno de R$ 130 mil. Será que a troca não foi para pior?

Audi Q3 2.0 TFSI Ambition Quattro 4P Gasolina S Tronic Branco
Audi Q3 2.0 TFSI Ambition Quattro 4P Gasolina S Tronic Branco

Impressões ao volante

Vamos primeiro à pista para responder. O Q3 Ambiente arrancou

de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos, o mesmo tempo divulgado

oficialmente pela Audi, 1,1 s a mais que o antigo Q3 de entrada.

O torque até entra cedo, mas a sensação que todos tiveram ao

dirigir a nova versão é de que a resposta é atrasada por uma

certa hesitação.