Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS

R$ 41 900

Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS

Detalhes do Carro:
Tipo Motocicleta
Km N/A
Combustível Gasolina
Motor N/A
Ano 2011
Preço 44799
Transmissão Manual
Tração FWD
Cor Exterior Preto Sólido
Cor Interior Preto
Tempo de Vôo N/A
Horas de navegação N/A
Blindado N/A

Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS

 

Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS

 

 

 

FICHA TÉCNICA: HARLEY-DAVIDSON FAT BOY SPECIAL

Ficha técnica: Harley-Davidson Fat Boy Special

Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS
Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS

Motor: 4 tempos / 2 cilindros /

duplo comando de válvulas / 1584 cc

/ refrigerado a ar

Alimentação: injeção eletrônica

(Electronic Sequential Por

t Fuel InjectionFI)

Ignição: eletrônica digital

Partida: elétrica

Diâmetro x curso (mm): 95,3 x 111,3

Taxa de compressão: 9,2:1

Potência (cv a rpm): n/d

Torque (mkgf a rpm): 12,95 a 3000

Câmbio: 6 marchas, transmissão primária por corrente

e final por correia dentada

Chassi: Quadro: berço duplo tubular de aço

Suspensão Dianteira: telescópica hidráulica, 130 mm

de curso Traseira:monoamortecida com amortecedores

a ar sob o motor, 91 mm de curso

Freios Dianteiro: disco duplo de 292 mm com pinça de

4 pistões Traseiro:disco simples de 292 mm com pinça de 2 pistões

Pneus: Dianteiro: 140/75-17 Traseiro: 200/55-17

Dimensões

Comprimento (cm) 240

Altura/largura (cm) 112,5/99,6

Entre-eixos (cm) 163,8

Peso (kg) 318

Vão-livre (cm) 12,2

Altura do assento (cm) 66,9

Tanque (l) 18,9

Desempenho

0-100 km/h (s) 5,9

0-200 km/h (s) n/d

0-1000 m (s / km/h) 27,8 / 175,9

De 40 a 70 km/h em 3ª (s) 3,2

De 60 a 90 km/h em 4ª (s) 4,2

De 80 a 110 km/h em 5ª (s) 5,3

De 100 a 130 km/h em 6ª (s) 7,1

Máxima na pista de testes (km/h) 181,8

Velocidade real a 100 km/h (km/h) 97

Consumo esportivo (km/l) 14,86

Consumo econômico (km/l) 20,76

Motos

Teste: Harley-Davidson Fat Boy Special – O lado negro da força

 

Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS
Harley Davidson 2011 Fat Boy Com ABS

Harley-Davidson Fat Boy Special valoriza estilo clássico e exalta visual rebelde

por Raphael Panaro
Auto Press

Se a Harley-Davidson tenta se definir pela tradição

, o modelo que melhor incorpora essa intenção é a Fat Boy

. Ela foi criada nos anos 1990 com inspiração nas choppers

hardtail – “rabo duro” – dos anos 60 e 70. É tida como um

dos maiores ícones do motociclismo mundial e ganhou

notoriedade  depois da cena de perseguição protagonizad

a por Arnold Schwarzenegger no filme “O Exterminado

r do Futuro 2”. Porém, o tempo passa mesmo para moto

s que estão no topo e uma hora a demanda por melhorias

fica mais evidente. A Fat Boy ainda não passou pelo crivo

do chamado Projeto Rushmore, que embarca tecnologia

nos modelos. A nostalgia não perde a força, mas ganhou

recursos como freios ABS e computador de bordo com

marcador de marchas e conta-giros, por exemplo. E,

de quebra, ficou negra na versão Special.

O estilo, uma das principais características da famosa

Fat Boy, continua intacto. Mas na configuração Special

ela sofre uma espécie de “blackout”. Os diversos itens

cromados presentes na Fat Boy convencional dão luga

r a um acabamento em preto fosco. A cor é aplicada a

quadro, braço da suspensão traseira, tanque de óleo,

cobertura dos amortecedores dianteiros e da buzina,

tampa da embreagem e capa do filtro de ar. As rodas

pretas fechadas de 17 polegadas em liga de alumínio

têm furos milimetricamente espaçados – os “bullet holes

” ou buracos de balas –, que combinam com os aros externos.

Os protetores pretos do escapamento contrastam com as

saídas duplas estilo shotgun – em alusão ao formato

semelhante ao de escopetas – de cromo acetinado

. Esse material também está presente no chassi,

nos emblemas laterais, velocímetro, console da

chave de ignição e nos raisers do guidão de aço

inoxidável. Outra peça que chama atenção é o

tanque de combustível com uma estilosa tira de couro.