Jeep Compass Flex Longitude

R$ 117 999

Jeep Compass Flex Longitude

Detalhes do Carro:
Tipo Utilitário Esportivo
Km 1000 km
Combustível Flex
Motor 2.0
Ano 2019
Preço 139900
Transmissão Automatico
Tração FWD
Cor Exterior Preto Metálico
Cor Interior Couro Preto
Tempo de Vôo N/A
Horas de navegação N/A
Blindado Não
Opcionais
  • Air Bag
  • Alarme
  • Ar Condicionado Digital
  • Bancos em Couro
  • Câmera de Ré
  • Computador de Bordo
  • Controle de Estabilidade
  • Controle de Tração
  • Desembaçador Traseiro
  • Direção Hidraulica
  • Freio ABS
  • GPS
  • Key Less
  • Kit Mulmitidia
  • Luz Diurna
  • Retrovisor Elétrico
  • Retrovisor Fotocromático
  • Sensor de Chuva
  • Sensor de Estacionamento
  • Tiptronic
  • Travas Elétricas
  • Vidros Elétricos
  • Volante Com Regulagem de Altura

Jeep Compass Flex Longitude

 

 

 

 

Jeep Compass Flex Longitude

Líder entre SUVs compactos-médios fica mais recheado

na virada de ano-modelo, em todas as versões, mas com

reajustes a partir de R$ 3.000.

O Jeep Compass 2020 já está à venda com mais itens de série

em todas as versões. Só que também está mais caro.

A versão de entrada Sport agora traz chave inteligente para

abertura automática das portas e partida do motor por botão.

Além disso, vem com faróis de acendimento automático

e sensor de chuva.

Também oferece uma nova cor, branco Polar (perolizada).

Segundo a FCA, é a tonalidade mais procurada em

outras versões do modelo.

A série especial S inclui controle de cruzeiro adaptativo,

aviso de colisão frontal com frenagem automática,

monitoramento de mudança de faixa, comutação automática

do farol alto e teto solar, todos itens de série que,

originalmente, estariam presentes no pacote opcional Hight Tech.

Por fim, as versões Limited (flex ou diesel) e Trailhawk

(apenas diesel) acrescentaram ajuste elétrico em oito posições

do banco do motorista e o pacote High Tech como opcional.

De acordo com a FCA, foram gastas quase 500 mil horas de

desenvolvimento de engenharia, com mais de 2 milhões de

quilômetros rodados em testes. Embora seja um projeto global,

“nosso” Compass terá algumas peculiaridades para agradar o

público brasileiro. As borboletas atrás do volante para troca de

marcha, os leds nos faróis e lanternas e o porta-malas mais generoso

do que o Renegade (são 410 litros, contra 260 litros do SUV compacto)

foram alguns detalhes incluídos no projeto por insistência

da filial brasileira junto à matriz.

Mais conservador do que o Renegade, o Compass tem design

bastante parecido com o do Grand Cherokee. A frente traz as

características sete entradas de ar acompanhadas de faróis

retangulares. Na lateral, destaque para a parte inferior do friso

que percorre toda a extensão da coluna “C”, fundindo-se com

o vidro traseiro. Bem acabado, o interior possui peças vindas

de Fiat Toro e do Renegade.